anchor

SOU LXPOETA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Colectivo Lab.IO / Portugal e Itália / Instalação multimédia e Poetry Slam

Proposta

 

40 entrevistados + 20 nacionalidades + 80 videos = 1 videoinstalação com sensores de movimento no Metropolitano de Lisboa em Março de 2019

Como simbolizar uma identidade urbana? Quando é que posso dizer que pertenço a uma cidade onde não nasci?

Apesar de vindos de diversos cantos deste mundo redondo, ou de termos aqui nascido, o que nos une em Lisboa, como partes desse organismo vivo que é a cidade (que nos transforma e que transformamos também) é o facto de sermos todos lisboetas.

Usamos e usufruímos da cidade de Lisboa, em diferentes escalas e em diferentes níveis, cada um sentindo Lisboa à sua maneira, cada um interagindo com ela, e com outras pessoas nela, a partir de perspetivas próprias.

Lisboa é poesia, e viver em Lisboa, é fazer parte das linhas, sílabas e sons dessa poesia, é escrevê-la, é partilhá-la. E aqui essa partilha vai ser feita através do formato do Poetry Slam.

O Poetry Slam é um formato de poesia onde todas as modalidades poéticas são bem- vindas, todas as formas de discurso oral têm o seu lugar. O Poetry Slam é um espaço agregador e democrático, que concede a cada um a possibilidade de usar a sua própria voz.

Querendo um Lisboa agregador, de todos e para todos, de lisboetismos variados mas com o mesmo poder de expressão, que formato melhor para o construir e mostrar esse Lisboa do que o Poetry Slam?

Equipa

João Meirinhos, Mick Mengucci, Marinho Pina, Sérgio Coutinho, Mia Quadros, Salomé Lamas, Nuno Piteira, Afonso da Mata, Luís Perdigão, Ricardo Blayer, Li Alves, etc (membros da equipa Portugal Slam!)

João Meirinhos

Mick Mengucci

Marinho Pina

anchor